quarta-feira, 27 de junho de 2018

augúrio

À noite,
até a luz se espraia 
em gestos vítreos,
em gestos de oiro,
pelas plantas
incertas do seu verde,
duvidosas da flor
ostentada em riste
de humilde presságio.
 
(foto autor obtida com telemóvel)


sexta-feira, 8 de junho de 2018

divunir





















Hoje,
soube que separar
era unir futuros,
que viajar era caminhar para o ocaso 
com a mochila ao ombro,
só.
Soube que ao fim do dia
seria o meu livro que me esperava,
mais nada.
Soube que entre fogachos de meio-dia,
entre fluidos deslizantes de Outono,
pouco mais havia
e que o tom de auto-compaixão 
era interdito.
Soube, pois,
que os caminhos se desligam
na natureza política da traição.
Depois, em campanha,
no interesse, reganham o tacto
da reunião e a traição recua.
Agora,
digamos, pois, o acto de contrição.

(fonte da imagem:
teomania.blogspot.com)

terça-feira, 22 de maio de 2018

Caminhos do vento

Aos cinquenta e quatro anos,
uma vida que me falta
uns sobressaltos,
uns bolinhos para o chá,
mas que me resta mais
de que de Angola à Contracosta
calcorreei, de jeito impante e vencedor?
Que nova Teoria do Campo Unificado
me tornou célebre e palavroso?
Apenas deixei-me viver,
aqui e ali uns trejeitos
e nada mais.
Agora, o horizonte mostra-se
como é, e sinto que
agora, é sempre a descer,
quem me espera,
já não me esperará muito mais,
e afinal a vida terá sido isto,
apenas:
uns trejeitos, uns sobressaltos,
e só alguns da televisão nos quererão
convencer
das suas Angolas à Contracosta 
ou da sua Teoria do Campo Unificado,
EIS TUDO!



(fonte da imagem:
https://cinemacao.com/2017/04/19/critica-vida-life-2017/)

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Caminhas,
devoto sedutor,
atrás do táxi
que se prende
pela antena
e pela tecnologia.
Ganham aço
os teu sapatos,
nas reviravoltas das ruas;
não há silêncio
que te embale,
nem jugo
que te seja leve.
Agora,
2018 é o ano
do mais do que supersónico,
do mais do que arranha-céus.

Related image


Todo!!

terça-feira, 1 de maio de 2018

caminhando...

Imagem relacionada










Agora,
até pode ser 
o tempo dos frutos,
das árvores viçosas,
do regresso em jeito
de bênção do Senhor.

Assim, 

de túnicas, 
de sandálias,
caminhando 
compassadamente,
as mãos levantadas,
lentas,
um sorriso dirigido ao
Altíssimo.

E tudo isto, 

se mencionou
apenas porque
foram referidos
o tempo dos frutos,
das árvores viçosas,

Como faremos conexões

destas,
tão próximos de Deus,
tão próximos dos homens?

(fonte da imagem:
http://www.wehopeagain.com/?p=560)

sábado, 14 de abril de 2018

Crepúsculo

Anoitece.
É no teu colo
que as minhas mãos 
se entrelaçam,
rodeiam a cabeça,
como deve ser
restos de caos
restos de mim.