terça-feira, 22 de setembro de 2009

tédio

o sopro de vida que me leva
pelo quotidiano assim demente,
traz-me, também, o néscio absurdo
de um enfado que se não sente













(imagem retirada de
http://www.abcgallery.com/:
"Ossificação prematura
de uma estação de comboio",
Salvador Dalí)

1 comentário:

Paula Raposo disse...

Assim é. Gostei. Beijos.