quarta-feira, 9 de setembro de 2009

(...)

O cão lambe as feridas?
Ou é já a morte, por via da chaga,
que beija o cachorro na boca?
(Mia Couto in "O último Voo do Flamingo")

As minhas mãos estendem-se, reverentes,
às mãos da morte,
meus lábios, já escuros,
abeiram-se do seu beijo.
(...)
Talvez seja o início duma ligação estável...


















(imagem retirada da net, gravura de 
Albrecht Dührer "O cavaleiro e a morte")

1 comentário:

Paula Raposo disse...

Eu diria instável...beijos.