segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

K

Ferreira do Alentejo

O Inverno ia no solstício.
Samarra, botas,
despedida adiada.
Ficou aquele Sol frio,
quase acolhedor.
O silêncio,
sempre.
Rumores de brisas.
O canto dos juncos
embalados nos sapais.
Duas cotovias dispersas.
A lareira amena.
Um sino ao longe,
chama ao borralho.
O Inverno incitara a chuva.

Silêncio.

Alguém se senta num poial.
O Sol porfia aquela luzerna.
O cheiro das filhós
trá-los de volta.
Há um nascimento
que os invoca.

Silêncio.

Crianças em roda,
a mesa abastada,
a alegria toda,
um sussurro terno
sob aquele Sol de Inverno.
(a moriana, pela inspiração...)
(foto extraída da internet)

Etiquetas:

4 Comentários:

Blogger moriana disse...

comi as filhós, reguei-as com mel. e bebi café quente, muito quente.

o coração, no centro de tudo.

:)

quinta-feira, 11 dezembro, 2008  
Blogger Jaime A. disse...

Quando chegamos a estes lugares benditos, iniciamos, com Miguel Torga, uma "Viagem ao centro do Mundo".
Felizmente que a Terra e os homens teimam nestes locais, nestes ritos.
Obrigado por me dares a ver que o meu post em "musalia2" estava "despropositado". Inspirei um passado bom neste post.
Bjs

quinta-feira, 11 dezembro, 2008  
Blogger moriana disse...

Os teus posts nunca são despropositados, muito pelo contrário, pegam nas palavras e seguem o seu próprio destino. O que é uma arte, fazer com que as palavras não morram na página.
:)

bjs.

sábado, 13 dezembro, 2008  
Blogger Jaime A. disse...

Às vezes tento ser um obreiro, no máximo um artesão e as palavras, penso, que me tentam ajudar, como se fossem quase "gente".

;)

Bjs

sábado, 13 dezembro, 2008  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Mi

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

"[...] Apesar de tudo o que se passa à nossa volta, sou optimista até ao fim. Não digo como Kant que o Bem sairá vitorioso no outro mundo. O Bem é uma vitória que se alcança todos os dias. Até pode ser que o Mal seja mais fraco do que imaginamos. À nossa frente está uma prova indelével: se a vitória não estivesse sempre do lado do Bem, como é que hordas de massas humanas teriam enfrentado monstros e insectos, desastres naturais, medo e egoísmo, para crescerem e se multiplicarem? Não teriam sido capazes de formar nações, de se excederem em criatividade e invenção, de conquistar o espaço e de declarar os direitos humanos. A verdade é que o Mal é muito mais barulhento e tumultuoso, e que o homem se lembra mais da dor do que do prazer."

Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue! Sopro Divino

eXTReMe Tracker
Article of the Day
Article of the Day provided by TheFreeDictionary

This Day in History
This Day in History provided by TheFreeDictionary

Today's Birthday
Today's Birthday provided by TheFreeDictionary

Quote of the Day
Quote of the Day provided by The Free Library

Hangman
Hangman provided by TheFreeDictionary