quarta-feira, 4 de julho de 2007

Linhas... imagens...

A linha ténue
entre a sanidade
e a loucura,
vai sendo traçada
por um dedo
ensaguentado,
que, no seu desespero,
procura não ficar
do lado de lá...
porque escuta e vê
o que mais ninguém
escuta ou vê.
Acocora-se,
o dedo em riste,
as lágrimas quase rebentam
de uns olhos negros.
A ténue linha
entre a realidade e a loucura....

Nada difere
entre o meu corpo
e a sua imagem
no espelho...


(inspirado num poema de Shoshana)

4 comentários:

helena disse...

Que bonito ficou o poema!
Um beijinho, meu amigo.

Faz por ter um bom fim de semana

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Se você quiser linkar meu blog no seu eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. (If you speak English can see the version in English of the Camiseta Personalizada. If he will be possible add my blog in your blogroll I thankful, bye friend).

Joaquim Sobral Gil disse...

Obrigado, Helena. Comenta, critica, sê dura quando necessário (a poesia também se aprende).
Um bom fim-de-semana também para ti.

Anónimo disse...

eu e pedro lopes do site www.luso-poemas.net estamos a pensar fazer uma antologia 100 autores, 100 poemas pela ecopy. Neste projecto cada autor participa com 1 texto. O unico custo que terá é comprar 1 livro, ou seja terá o preço de 12 euros. é um livro que pode estar em qlq loja que qualquer autor arranje para além das muitas lojas onde está presente, pensei em o convidar, se quiser será um prazer:)
resposta: pedro_lopes777@hotmail.com

grande abraço