segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Inverno

É no Inverno que o orvalho brilha mais sobre a caruma espalhada. É no Inverno que o frio escorre por nós abaixo, que o Sol brinca entre as árvores. O bosque, a floresta, estendem-se ante nós, contrariando, na sua Paz, o fragor que todos quer engolir.
(entretanto, numa praia perto de si...)


1 comentário:

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Embora termine de forma inesperada, está mesmo muitíssimo bom...

Abraço