quinta-feira, 6 de março de 2014

Pontas de dividir

No espaço de um ano,
vejo os morros a cair,
num acto de deslizar
quase inconsciente,
tal como eu
quando me solto,
no vórtice habitual,
que há anos me seduz
e me multiplica os eus.
ن 
(Fonte da imagem: n/a)

1 comentário:

Graça Pires disse...

Quando somos os outros e nós ao mesmo tempo há a sedução da vertigem que nos protege e nos desmorona...
Abraço,Jaime.