segunda-feira, 17 de outubro de 2011

final

Ao longe,
entre os cedros,
figuras recurvas
comentavam, graves, 
o fim da poesia.
E o Sol desiçava-se, lento,
de um céu provocante,
malicioso,
o coro das cigarras cingia
o calor e a poeira doirada,
ao longe, cantarolava um regato
entre o piar de duas perdizes,
palpitavam os vermelhos,
os oiros,
em risos de descoberta...
e ainda falam,
em tom circunspecto,
do fim da poesia?

(fonte da imagem:
http://www.lilithgallery.com/,
van Gogh: "Campo de milho
com ciprestes")

Sem comentários: