terça-feira, 13 de outubro de 2009

perder(-se)










Peregrino por livros de viagens,
perco-me nas suas estampas,
palavras,
coordenadas;
pois divago por caminhos que nunca serão
[os meus]

(imagem retirada da net)

4 comentários:

Paula Raposo disse...

Mas quando viajas pelos livros de viagens, os caminhos também são teus...beijos.

Nilson Barcelli disse...

Engano teu... ler é viajar....
Muito do que somos, nomeadamente da personalidade e do saber, vem dos livros.
Abraço.

Jaime A. disse...

As minhas viagens espraiam-se pelos livros de sonhos;
caminho pelas páginas
estando quieto,
num sortilégio de quietude,
de esperança dormente...

maré disse...

dou-te a minha mão, no prolongamento do azul
ou simplesmento nesse instinto de ave.

depois de amanhã
na doçura dos lábios
numa varanda nascente

[a minha]

atiro-te um beijo Jaime