quarta-feira, 15 de julho de 2009

rebatem os sinos da liberdade











Por caminhos de ontem,
Os sentidos, tão pardos,
Esquecidos, malditos
Torciam, mas desfraldavam
As ganas de sentir, de poetar!!
Soavam, longe os sinos da liberdade…
(imagem retirada da net)

2 comentários:

Blindness disse...

Já ouvi falar dessa tal de liberdade... liberdade para ser mal governada, liberdade para não poder criticar, liberdade para viver em crise enquanto outros estão cada vez mais ricos... sim tenho uma vaga recordação dessa tal de liberdade

Jaime A. disse...

pois... já ouvi também falar...