quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

(des)contenção

Amotinei-me!
Aticei-me a raiva,
a ira, a fúria,
subiram e desceram meu estômago,
rilharam-me todas as entranhas;
nada sobrou dos seus raides.
Enfunei o o restante orgulho;
não se içava.
Acicatara-me forças demais.
Esfarrapei-me em frente,
num caminho que não era meu.
Cães do Hades
foram-me açulados.
A dignidade restante
levou-me ao destino:
o covil dos sabujos
ladrões de almas.
Por que lá fora?
Tinha uma entrega.
(imagem retirada da net)

2 comentários:

moriana disse...

O mito renovado, Orfeu e Eurídice...

:)

porque se viraria ele antes de tempo?

bj.

Jaime A. disse...

Fazendo uma comparação grosseira, tal como Orfeu, Lot virou-se antes do tempo. Mais do que a curiosidade, o afecto...

Será o afecto responsável pelo fim?...