quarta-feira, 14 de novembro de 2007

K

Entre rochas


Há pedras

que caminham nas minhas costas

há tanto tempo

que me estão incrustadas.

Longas as esperas,

longo o tempo,

em que me vejo,

só,

só as pedras

sempre comigo.

Caminho direito,

no meio de sonhos,

entrecruzados de mentiras...

solto-me,

as pedras vêm,

e o caminho igual,

quase ressentido

desta constância,

constante da rocha

que me faz igual a mim mesmo,

enquanto vou,

quase vacilante,

por veredas

(caminhos esquecidos)

para que as minhas pedras

não sejam tropeço

para mais ninguém.

7 Comentários:

Blogger Blindness disse...

Todos as temos, felizes os que têm com quem dividir o peso dessas pedras...

sexta-feira, 16 novembro, 2007  
Blogger Jaime A. disse...

É verdade, blindness.
No entanto, tenho por vezes a tentação de virar as costas, carregar a minha cruz e seguir adiante...

domingo, 18 novembro, 2007  
Blogger Jaime A. disse...

É verdade, blindness.
No entanto, tenho por vezes a tentação de virar as costas, carregar a minha cruz e seguir adiante...

domingo, 18 novembro, 2007  
Blogger helena disse...

Quantas vezes as pedras fazem tanto parte de nós que se confunbem connosco, ou nós com elas.
Mas há o sentir
Há a sobrevivência
Há os amigos que nos ajudam a carregá-las.
Um beijinho

domingo, 18 novembro, 2007  
Blogger Jaime A. disse...

Sim, Helena, se não fossem os amigos o peso das pedras era insuportável. Penso que o agradecimento é pouco, sempre.
Beijos

domingo, 18 novembro, 2007  
Blogger musalia disse...

gosto de pedras, as dos monumentos, das calçadas, as que o mar nos oferece. gosto de apanhá-las e guardá-las em frascos transparentes.

(todos nós arrastamos connosco, sedimentos...)
*

segunda-feira, 19 novembro, 2007  
Blogger Jaime A. disse...

Sim musalia, concordo contigo; e feliz é aquele que consegue ver a arte, emocionar-se com as pedras do caminho. Carrega umas, as outras mira-as e segue com um fito no horizonte.
Aparece sempre! És muito bem-vinda :)

terça-feira, 20 novembro, 2007  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Mi

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

"[...] Apesar de tudo o que se passa à nossa volta, sou optimista até ao fim. Não digo como Kant que o Bem sairá vitorioso no outro mundo. O Bem é uma vitória que se alcança todos os dias. Até pode ser que o Mal seja mais fraco do que imaginamos. À nossa frente está uma prova indelével: se a vitória não estivesse sempre do lado do Bem, como é que hordas de massas humanas teriam enfrentado monstros e insectos, desastres naturais, medo e egoísmo, para crescerem e se multiplicarem? Não teriam sido capazes de formar nações, de se excederem em criatividade e invenção, de conquistar o espaço e de declarar os direitos humanos. A verdade é que o Mal é muito mais barulhento e tumultuoso, e que o homem se lembra mais da dor do que do prazer."

Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue! Sopro Divino

eXTReMe Tracker
Article of the Day
Article of the Day provided by TheFreeDictionary

This Day in History
This Day in History provided by TheFreeDictionary

Today's Birthday
Today's Birthday provided by TheFreeDictionary

Quote of the Day
Quote of the Day provided by The Free Library

Hangman
Hangman provided by TheFreeDictionary