terça-feira, 13 de fevereiro de 2007

K

Partida

Lentamente,
ia-se consumindo.
Não tinha dores já.
Enrolava-se
sobre si própria,
a parede a esboroar-se,
do outro lado
o soalho
em vigas esburacadas;
A vida esvaía-se,
numa solidão morna.
Nem ousava olhar para cima;
Deus talvez a mirasse,
piedoso,
as mãos expectantes,
por entre as fendas do tecto.
Esperava passiva
que tudo se consumasse;
mas a dor,
aquela dor final
por que ansiava,
não irrompia nela.
(...)
Recordou-se então:
abriu os braços,
o queixo sobre o peito;
e nesse crucifixo,
assim partiu...

4 Comentários:

Blogger helena disse...

Partir
acto solitário
de busca
de mãos
de mães
de dor sem dor
na posição fetal
ou noutra
partir de si
partir...

Um beijo

quinta-feira, 15 fevereiro, 2007  
Blogger pedro_nunes_no_mundo disse...

A nossa obsessão por partir...
Porque será?

Mais que partir dali, "partir de si"? como dizia ali em cima a Helena?

Como é possível não nos conjugarmos connosco? Com quem mais tempo passamos, com quem melhor conhecemos?

Seremos demasiado exigentes com nós mesmos? Desagradar-nos-á conhecer tão visceralmente (ou tão monotonamente) alguém?

Partir para onde sem nós?...

Mera poesia.

quinta-feira, 22 fevereiro, 2007  
Blogger pedro_nunes_no_mundo disse...

(Há coisas do camandro!
Por mais que releia este texto, a minha primeira leitura do último verso é sempre "assim pariu...".
Achas isto normal?)

:)

quinta-feira, 15 março, 2007  
Blogger Joaquim Sobral Gil disse...

Talvez "partir" e "parir" não estejam assim tão afastados; o chegar e o partir: os extremos tocam-se.
(Mas que há coisas do camandro, lá isso há...).

quinta-feira, 15 março, 2007  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Mi

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

"[...] Apesar de tudo o que se passa à nossa volta, sou optimista até ao fim. Não digo como Kant que o Bem sairá vitorioso no outro mundo. O Bem é uma vitória que se alcança todos os dias. Até pode ser que o Mal seja mais fraco do que imaginamos. À nossa frente está uma prova indelével: se a vitória não estivesse sempre do lado do Bem, como é que hordas de massas humanas teriam enfrentado monstros e insectos, desastres naturais, medo e egoísmo, para crescerem e se multiplicarem? Não teriam sido capazes de formar nações, de se excederem em criatividade e invenção, de conquistar o espaço e de declarar os direitos humanos. A verdade é que o Mal é muito mais barulhento e tumultuoso, e que o homem se lembra mais da dor do que do prazer."

Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue! Sopro Divino

eXTReMe Tracker
Article of the Day
Article of the Day provided by TheFreeDictionary

This Day in History
This Day in History provided by TheFreeDictionary

Today's Birthday
Today's Birthday provided by TheFreeDictionary

Quote of the Day
Quote of the Day provided by The Free Library

Hangman
Hangman provided by TheFreeDictionary