quarta-feira, 1 de novembro de 2006

Comentar...

"se um poeta é um fingidor..."
Que não finja!!Sinta e sente(-se)!!
Mas...que também...
se levante e...
Brote:
a pureza do sal,
tão primeva, tão pura...
que, ao desabrochar...
seja cacto...
seja espinho em carne...
em carne-sangue!
Não seja máscara!!
[[atrás de venezianas]]
Seja todo inteiro!!!
Seja Homo...
(seja húmus...)

1 comentário:

helena disse...

Levanta-te,poeta Amigo!
Sê inteiro!
Deixa que brotem da tua alma palavras como estas: doridas mas reais.
Húmus, todos seremos um dia, mas enquanto somos Homo, que nunca nos calemos.
Beijo amigo