quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Dissertação

Bom amigo,
Saber que estás bem
É o que mais me conforta, sabes?
O resto… (tanto afinal) fica por dizer, na esteira do tempo, dos destinos humildes.
Calar é também lançar os sentidos, as memórias, afagar verdades (e mentiras…).
Até lavar os cestos é vindima, diz o povo,
Ser, no tempo, o além-gente, o retorno a nós: digo eu na incerteza dos trilhos inacabados.
Tempo é um bem que se esgota ligeiro,
De camadas feito, esgueirando-se de viés.
Falar é esquecer, partir, fundir-se no tecido do início…
(publicado em
77 palavras, com obrigação
de respeitar o provérbio)
(fonte da imagem:
http://appacdm-lisboa.pt/author/appacdm/)

Sem comentários: