segunda-feira, 8 de outubro de 2012

anoitecer

Hoje anoiteci-me,
já nem busquei o tempo,
o espaço emparedou-me;
terei morrido para os outros,
nem sei;
não tive varandas,
quintais, jardins,
apenas a parede assimétrica,
conformada ao meu crepúsculo.
(imagem retirada da net)

Sem comentários: