sábado, 16 de junho de 2012

Iago


Se erguer as mãos,
                            em jeito de cálice,
se sorrir para ti
                            em jeito de avidez,
se, na tua ausência,
                            em jeito de pesar,
erguer holocaustos,
então saberás 
que a minha religião
entranha-se
pelo meu desejo,
mescla de (ir)reverência,
combinação de mil travos,
de aromas que até o Oriente
tragou já,
na busca delirante 
de uma passagem 
para Sant'Iago...


(fonte da imagem:
http://cagareus.blogspot.pt/2008_05_01_archive.html)

Sem comentários: