quarta-feira, 10 de março de 2010

em azul

Justa é a vida
se a quiseres,
mesmo que o teu corpo te aperte...

(inspirado num poema de moriana
publicado no seu blogue)
(fonte da imagem:
http://www.baixaki.com.br/)

2 comentários:

maré disse...

improporcional
forma de querer

e cresce um intervalo

enquanto a vida acontece

_______

beijo Jaime

moriana disse...

extravasamos o corpo...