sábado, 19 de novembro de 2016

chegará o dia


Chegará o dia
do embarque,
da vela solta,
do movimento
escalando
a espuma.
Então, à popa,
o vento 
sorrir-me-á
enchendo
a minha cara
de sardas;
e então aí 
serei
eu,
peregrino
sem retorno 
nem remorso.

Sem comentários: