quinta-feira, 10 de julho de 2008

nós

Em nós
há enlaces;
há fugas;
nós anelamos laços
que, sorrindo,
desfazemos,
como meninos desatando as batas,
em fuga para as mães.
Há divinais laços,
há nós e amarras,
há amores,
e o toca e foge dos nós
que nós não queremos,

e desejamos em partida poente,
a caminho do vago

(vazio).


(a partir dum poema de moriana)

Sem comentários: