quarta-feira, 29 de julho de 2009

retrato (a sépia...)

Talvez as tuas mãos,
brancas,
caídas sobre a mesa
não fossem só o cansaço,
dormente,
que te depredava.
Talvez a tua cintura,
pálida,
em jeito de torso renascentista,
não fosse apenas deslumbrante.
Talvez o teu rosto
frugal,
embaciado, escandinavo,
seja apenas a Esfinge
em espera quase dolente,
loquaz…

(imagem retirada da net)

1 comentário:

Paula Raposo disse...

Belas as imagens!! Gostei muito. Beijinhos.