sábado, 14 de abril de 2018

Crepúsculo 

Anoitece.
É no teu colo
que as minhas mãos 
se entrelaçam,
rodeiam a cabeça,
como deve ser
restos de caos
restos de mim.

4 comentários:

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Lindo o teu SOPRO DIVINO!
Muito lindo teu poema
Que tem o amor por tema
E o carinho por destino.

A mão enlaçada é hino
Posto ao colo qual suprema
Canção de beleza extrema
Como um som de violino.

Parabéns! Tua poesia
É luz de ti que irradia
Beleza e contentamento.

Que bom ter essa mania
De versejar! Eu diria
Que é luz de teu sentimento.

Parabéns, amigo! O mundo precisa de mais poesia e menos intolerância. Grande abraço. Laerte.

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Lindo o teu SOPRO DIVINO!
Muito lindo teu poema
Que tem o amor por tema
E o carinho por destino.

A mão enlaçada é hino
Posto ao colo qual suprema
Canção de beleza extrema
Como um som de violino.

Parabéns! Tua poesia
É luz de ti que irradia
Beleza e contentamento.

Que bom ter essa mania
De versejar! Eu diria
Que é luz de teu sentimento.

Parabéns, amigo! O mundo precisa de mais poesia e menos intolerância. Grande abraço. Laerte.

Jaime A. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jaime A. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.