terça-feira, 10 de abril de 2018

sim, louco

Nunca percebera se era louco, no deixar na patologia quase esquecidas talvez, extramuros. Perdia-se entre paredes, escadas e, naturalmente no meio do jardim, ele que sempre fora um rapaz de cidade; 
há quanto tempo se banira e voltara, caminho de forças.
Não tenha medo da minha loucura: já me perdi dela, já a tentei afugentar, só  em extramuros...
Resultado de imagem para crazy


(Fonte da imagem:
https://m.facebook.com/crazyhorseparis/?__tn__=%2As-R

Sem comentários: